Blog de Marketing Digital - Consultores de Marketing Digital - Informação e Ferramentas

Meta Verified – Subscrição Facebook e Instagram. Outro Meta estratagema?

Meta Verified – Subscrição Facebook e Instagram. Outro Meta estratagema?

A Meta, empresa mãe de Facebook e Instagram está a preparar o Meta Verified, um serviço de subscrição destinado a influencers e criadores de conteúdo.

O Meta Verified está a ser testado na Austrália e Nova Zelândia, onde tem a mensalidade de $11,99 (web) ou $14,99 (Android e iOS). Fica por explicar o porquê da diferença de preço caso o pedido seja feito por web ou pelas apps das redes sociais!!!

A Meta indica que o Meta Verified vai facilitar às pessoas (especialmente criadores) a criação de uma presença e construção de comunidades tanto no Facebook como no Instagram.

O anúncio foi feito pelo próprio Mark Zuckerberg que menciona que este serviço de subscrição inclui algumas vantagens e funções adicionais para os utilizadores que o subscrevam, entre elas:

  • Selo de verificação – Os utilizadores vão poder conferir uma camada extra de autenticidade à sua conta através da verificação da mesma com recurso à identificação do governo (government ID), tal como já acontece no Twitter. A adesão à verificação cresceu dadas as situações de usurpações de identidade de marcas e personagens.
  • Proteção proativa da conta – Monitorização proativa da conta devido a “impostores” que possam apropriar-se das comunidades das contas originais, fazendo-se passar por estas (como os casos das ofertas do LIDL e giveaways de iPhones todos os meses).
  • Apoio personalizado – O Facebook vai disponibilizar um assistente real para resolver situações comuns relacionadas com a gestão das contas verificadas.
  • Aumento da visibilidade e alcance orgânico – Primeiro tira, depois cobra para repor. Pode entender-se como vantagem, mas a redução de visibilidade e alcance orgânico foi uma estratégia do Facebook para incentivar os posts patrocinados e anúncios.
  • Funções exclusivas – A Meta não especifica que funções são em concreto, limita-se a dizer “para se expressar de formas únicas”. Tenho algum receio…

 

Para um utilizador ser elegível para o serviço de subscrição Meta Verified é necessário cumprir os seguintes requisitos:

  • Ter historial de publicações no Facebook / Instagram – Lógico…
  • Ter mais de 18 anos – É obrigatório ter 18 ou mais anos para se estar legalmente no Facebook…
  • Submeter um documento do governo que corresponda ao seu nome de perfil e uma foto do Facebook e/ou Instagram que estejam a concorrer – Até aqui assisti a uma analogia de “para se conduzir legalmente se tem que ter mais de 18 anos (pode ser 18 anos e 1 dia), um veículo que consiga mover-se e a carta de condução”

 

As ofertas de subscrição das redes sociais estão cada vez mais populares como forma das mesmas obterem mais rendimentos (para além da venda de dados dos utilizadores a terceiros e o uso das suas plataformas de anúncios).

O que iremos assistir nesta situação? O Facebook a vender uma subscrição para os utilizadores terem acesso a regalias que tinham anteriormente (diga-se antes do COVID)? O combate às contas falsas e à desinformação?

Mas isso não devia ser feito com os recursos (e dinheiro) da empresa…? Será o fim dos mini/micro influencer? Porque os grandes vão acabar por cobrar este serviços aos seus clientes, não?!

Tópicos do "Meta Verified – Subscrição Facebook e Instagram. Outro Meta estratagema?"

Outros artigos para leres...